Congresso Espírita Mundial

Para encerrar essa sexta edição do Congresso Espírita Mundial, o palestrante escolhido foi o conferencista brasileiro José Raul Teixeira. Professor, médium, trabalhador de coração da doutrina dos Espíritos, Raul abordou o tema: “Uma Nova Era para a Humanidade”.

Numa palestra que emocionou a todos, Raul enfatizou a responsabilidade de sermos espíritas, focando no que a reencarnação nos dá de presentes e no que devemos mudar de atitudes ao estamos cientes dela. A imortalidade do espírito, como dito na frase tema do congresso, deve ser encarada como um convite ao trabalho de melhoria incessante, em que burilamos as nossas imperfeições dia-a-dia procurando chegarmos melhores à pátria espiritual do que aqui a Terra quando do momento do atual reencarne.

Raul nos convidou ao trabalho e à motivação para a melhoria constante, clamou os espíritas a agirem como espíritas e praticarem a caridade, corrigirem suas más inclinações e seguirem no caminho de Jesus Cristo.

Como ele disse: “Temos cada um a nossa estrela nesse universo infinito e elas esperam que estejamos prontos para ascender ao nível de responsabilidade de guiarmos os nosso companheiros”.

No início da conferência, ele nos mostrou como jamais vivemos num mundo tão conflitante como o de hoje, em que um sem número de Igrejas existem, mas, ao mesmo tempo, a violência e a pobreza se espalham. A tecnologia nos leva a outros planetas e salva vidas, mas a mesma pesuisa que nos dá uma comida mais saudável surgiu incentivada por motivos belicosos – fortalecendo a indústria da morte. Estamos assistindo a catástrofes e destruição em meio ao dinheiro e progresso. Será que isso é certo? Como devemos nos posicionar como espíritas perante essas dicotomias?

Se a mensagem espírita realmente tivesse sido compreendida pelas pessoas, teríamos que nos movimentar e trabalhar em prol do nosso próximo ao invés de ficarmos nos lamentando. Não deveríamos nos indignar ao vermos a pobreza, a fome e a destruição, mas lutar com todas as nossas forças para mudarmos o mundo que nos cerca!

Devemos lembrar sempre que estamos na situação que merecemos e precisamos para o nosso progresso e que a todos os momentos somos responsáveis pelos nossos atos e autores do nosso futuro. Se desejamos algo melhor para nós e aqueles que nos cercam, temos que trabalhar por isso.

Raul continuou: “Devemos sentir Deus, tendo a certeza de que Ele está conosco e crendo sem Seus desígnios, e, por isso, temos de ser pessoas melhores do que somos atualmente”. O espiritismo nos brinda a felicidade de falarmos que não desaparecemos com a morte, mas continuamos com todas as nossas construções positivas e negativas, então, desse modo, fica cada vez mais importante tudo aquilo que venhamos a realizar.

Ele nos propõe as seguintes questões: “Como, sendo espírita, posso mentir tanto (para os outros ou para mim)? Como posso ter tanto ódio? Por que nos mantemos querendo posições terrestres que ficarão por aqui quando do nosso desencarne?”

Devemos conquisatar as riquezas tais quais preconizadas por Jesus, aquele tesouro que não está na Terra, que não pode ser roubado por ladrão algum. Devemos ter o nosso conhecimento para utilizá-lo e retransmiti-lo, e não guardá-lo ou nos vangloriarmos dele. Lembrando que tudo que fizemos constrói a nossa atualidade e que os nossos conflitos regressam no momento das nossas reencarnações.

Já passou o tempo de buscarmos os outros para resolverem nosso problemas. Temos a obrigação de lidar com nossas dificuldades e sermos os agentes morais de nosso progresso.  Que possamos dar o valor correto à mensagem do Espiritismo a qual temos o privilégio de conhecer.

Somos felizes por sermos espíritas nesses dias de caos, pois ele faz a diferença para que possamos seguir no caminho reto. Então caminhemos sempre para a melhoria de nossos seres!

 

Por Davi Marco Lyra Leite

Anúncios

About jizel

Blog da juventude espírita irmã Zélia

2 responses to “Congresso Espírita Mundial”

  1. Lisi says :

    Davi! Fiquei feliz em saber que tu estás acompanhando o Congresso. Obrigada por compartilhar conosco o que acontece por aí.

  2. paulotarsolyra says :

    Raul Teixeira foi perfeito. Não podemos lamentar, devemos trabalhar para que as coisas sejam revertidas. Inspiradíssimo, como sempre!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: