Livro dos Espíritos: o início de tudo!

Livro dos Espíritos

Livro dos Espíritos

 

INÍCIO DE TUDO:
O Livro dos Espíritos!

Primeiro livro da codificação de Allan Kardec, publicado em 18 de abril de 1.857, o Livro dos Espíritos abre oficialmente a literatura envolvendo a troca de informações e ideias entre o plano espiritual e o físico. Apesar de a mediunidade ser uma prática antiga na vida da humanidade – a própria Bíblia traz diversas histórias neste sentido – o Livro dos Espíritos é a primeira obra totalmente codificada com base nas respostas e informações totalmente transmitidas pelos benfeitores espirituais.
Fruto de respostas colhidas por médiuns em diversos pontos do planeta, coube a Kardec o trabalho de organizar todo o material. A primeira edição tinha apenas 550 questões, já na segunda esta quantidade havia praticamente dobrado (número este que se manteve até os dias atuais, com pequenas alterações). O Livro divide-se em quatro partes (das quais, posteriormente, derivariam os demais livros da codificação kardequiana).
Primeira parte:
• Causas Primeiras – aborda a noção de Deus, da Criação e dos elementos fundamentais do Universo.
• Pergunta 1: Que é Deus?
• Pergunta 75: É acertado dizer-se que as faculdades instintivas diminuem a medida que crescem as intelectuais?

Segunda parte:
• Mundo Espiritual ou dos Espíritos – analisa a noção de Espírito e toda a série de imperativos que se ligam a esse conceito, a finalidade da existência, o potencial de auto-aperfeiçoamento, a pré e pós-existência (englobando a reencarnação e o período de erraticidade), as relações que estabelece com a matéria e, por fim, analisa os reinos mineral, vegetal e animal.
• Pergunta 76: Que definição se pode dar dos espíritos?
• Pergunta 613: Embora de todo errônea, a idéia ligada à metempsicose não terá resultado do sentimento intuitivo que o homem possui de suas diferentes existências?

Terceira parte:
• Leis Morais – trabalha as Leis de ordem Moral as quais está submetida toda a Criação, quais sejam: Lei de Adoração, Lei de Trabalho, Lei de Reprodução, Lei de Conservação, Lei de Destruição, Lei de Sociedade, Lei de Progresso, Lei de Igualdade, Lei de Liberdade e Lei de Justiça, Amor e Caridade.
• Pergunta 614: Que se deve entender por lei natural?
• Pergunta 919: Qual o meio prático mais eficaz que tem o homem de se melhorar nesta vida e de resistir à atração do mal?

Quarta parte:
• Esperanças e Consolações – trata da questão das penas e dos gozos terrenos e dos experimentados no futuro.
• Pergunta 920: Pode o homem gozar de completa felicidade na Terra?
• Pergunta 1.019: Poderá jamais implantar-se na Terra o reinado do bem?

Curiosidades acerca do lançamento do L.E.:

• Em setembro de 1861, tendo sido encomendados em Barcelona número significativo de exemplares do L.E. tais obras nunca chegaram às mãos de leitores uma vez que o bispo local num “auto de fé” apreendeu e queimou os livros na data de 9 de outubro de 1861.
• Em ato semelhante, a Igreja Romana inclui a obra no Index em setembro de 1861 (catálogo de obras proibidas).
• Contudo, graceja nosso contemporâneo palestrante Divaldo Pereira Franco ao afirmar que tais medidas somente incitaram a curiosidade da população sendo, portanto, a melhor propaganda recebida pelo livro.

Anúncios

About jizel

Blog da juventude espírita irmã Zélia

One response to “Livro dos Espíritos: o início de tudo!”

  1. Cassius says :

    Desculpem-me os outros livros, mas o Livro dos Espíritos é o melhor de todos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: